House JA by Filipe Pina – Inês Costa

Joao-Morgado-11-1400x804

Joao-Morgado-13

Joao-Morgado-14

Joao-Morgado-12

Joao-Morgado-2

jm_casaja_099

jm_casaja_101

house_ja_in_guarda_filipe_pina_ines_costa_6

Joao-Morgado-3

Joao-Morgado-4

Joao-Morgado-5

Joao-Morgado-7

Joao-Morgado-9

jm_casaja_060

jm_casaja_072

jm_casaja_047

jm_casaja_052

jm_casaja_089

 

jm_casaja_086

jm_casaja_075

house_ja_in_guarda_filipe_pina_ines_costa_9

house_ja_in_guarda_filipe_pina_ines_costa_8

jm_casaja_093

jm_casaja_094

jm_casaja_097

Joao-Morgado-8

Joao-Morgado-15

jm_casaja_041

Photos:. João Morgado

Located on the north-center of Portugal, the house was meant to combine the rural and the urban lifestyle. The lot is surrounded by different types of constructions, consequence of the informal settlements, characteristics of most Portuguese city neighbourhoods.
The existent stone ruins, vestige of a traditional house and the lot’s configuration, were the main aspects for the new project. The program requirements, a family house, have led to an almost total land occupation.
The first principle was to separate the new and the old construction, even if they are connected inside. A stone volume represents the existent building; a concrete volume the new one.
The second principle was to introduce light in the middle of the house. Two different empty spaces were generated: the entrance, and the heart of the house – the courtyard.
The courtyard and the stairs are the center of the house and its living. These are the key elements for the spatial relationships between the different parts of the house, the interior and the exterior.
The program was divided in two levels: the living room, the kitchen and the garage were positioned on the ground floor; the bedrooms and the library at the first floor. The suite was placed in a privileged point – the memory of the old house.
The scale and the site identity were always present on the construction details and material choices: stone, concrete, steel and oak wood. Inside the white and the wood comfort. Outside agranitic and a new concrete mass were sculpted on the same way.

See more here

 

Localizada no centro-norte de Portugal, a casa foi concebida para combinar o estilo rural com o estilo de vida urbano. O lote é cercado por diferentes tipos de construções, consequência dos assentamentos informais, características da maioria dos bairros da cidade portuguesa.
As ruínas de pedra existentes, vestígio de uma casa tradicional e configuração do lote, foram os principais aspectos para o novo projeto. Os requisitos do programa, uma casa de família, têm levado a uma ocupação quase total da terra.
O primeiro princípio era para separar a nova e a velha construção, mesmo se estiverem conectados dentro. Um volume de pedra representa o edifício existente; um volume de betão o novo.
O segundo princípio foi a introdução de luz no meio da casa. Dois espaços vazios diferentes foram gerados: a entrada, e o coração da casa – o pátio.
O pátio e as escadas são o centro da casa e a sua vida. Estes são os elementos-chave para as relações espaciais entre as diferentes partes da casa, o interior e o exterior.
O programa foi dividido em dois níveis: a sala de estar, a cozinha e a garagem foram posicionados no piso térreo; os quartos e a biblioteca no primeiro andar. A suíte foi colocada num ponto privilegiado a memória da antiga casa.
A escala e a identidade do local estavam sempre presentes nos detalhes de construção e opções de materiais: pedra, betão, aço e madeira de carvalho. Dentro do branco e do conforto da madeira. Granito na parte de fora e uma nova massa de betão foram esculpidos no mesmo caminho.

Veja mais aqui

 

 

 

 

 

 

 

Advertisements